fbpx
8 de março de 2021

No COMPA, o projeto “Gestão Participativa” tem o propósito de desenvolver líderes.  Esse projeto é uma oportunidade para promover a alteridade e a empatia, valores tão caros no modo de empreender educação na Companhia de Maria. Queremos desenvolver lideranças que saibam ouvir, colocar-se no lugar do outro e propor soluções para o bem coletivo, sobretudo em um momento de tamanha exposição da fragilidade humana.

No início do ano, todos os estudantes são convocados para as reuniões de turmas, em que, dentre vários assuntos, a eleição de representantes de turma ganha muito destaque, já que se trata de uma oportunidade de influenciar os rumos da gestão escolar ao longo do ano letivo, sobretudo porque, nas grandes Assembleias de Representantes, encontros com os/as gestores/as do colégio, são eles/as, os/as representantes, que podem pautar os problemas, provocar o debate e encaminhar soluções, tudo de forma regrada e comprometida. 

Na primeira Assembleia do ano, o principal tema debatido foi o rodízio que temos praticado desde janeiro, haja vista a determinação das autoridades quanto ao percentual de estudantes por turma (35%). Os/as estudantes propuseram um novo modelo de rodízio, em que a afinidade fosse um dos critérios. 

Após o debate de ideias, a equipe diretiva estabeleceu um cronograma de trabalho para analisar a viabilidade da proposta dos/as estudantes. Foram várias consultas a especialistas, às famílias, aos estudantes e aos colaboradores e, como resultado, a partir de hoje, 08/03, o novo modelo de rodízio foi implementado.

– Prof. Rudney Soares de Souza

        Orientador Pedagógico – 6º ao 9º ano/EF e EM